Retrospectiva 2011 em Lego

Oi Pessoal,

Veja que trabalho bacana os internautas estão fazendo por ai!
Restropectiva agora no modelo colaborativo a la Redes Sociais.
vejam que bacana.


Vejam a galeria completa em: Restropectiva Lego 2011

Mercado de Marketing Digital 2011

2011 foi e ainda esta sendo um ano agitado!
O número de usuários continua em pleno crescimento no Brasil!
Marketing Digital

E o mercado refletiu toda essa movimentação.
O mês de Setembro bateu um Record de crescimento no investimento em mídia Internet com 40,3%.
Aproveite e consulte o Anuário de indicadores de Mercado IAB Brasil acesse e confira os dados na Integra!

Cique aqui e Veja o documento completo

Redes Sociais na Prática – Turma Dez/2011

Workshop – Redes Sociais na Prática

Esse ano foi muito significativo para o mercado digital mas principalmente para o segemento de Mídias e Redes Sociais.

Com base em tudo que temos aprendido juntos com esse trabalho criamos esse tworkshop, que tem auxiliado muito seus participantes!

Essa será a última turma de 2011, ainda dá tempo de participar!

Curso - Midias Sociais

Curso Midias Sociais

Esse treinamento tem como objetivo mostrar, por meio de exercícios práticos, como podemos usar as principais ferramentas das Redes Sociais em busca do objetivo do seu negócio.

Desenvolvido com base em exemplos reais de uso do Twitter, de Blogs e do facebook você aprenderá a planejar e executar ações de marketing nas redes sociais, atingindo melhores resultados.

Sobre Carla Falcão

- Consultora Especialista/Palestrante do Senac São Paulo
- Sócia Criadora do Amigas Na Cozinha
- Owner da A Rede Digital
- Participante do Projeto Mentes Brilhantes do IBOPE Inteligência
Saiba Mais:
http://br.linkedin.com/in/carlafalcaobueno

Objetivos
O Treinamento, Redes Sociais na Prática, tem como objetivo capacitar os participantes para expandir a #presençademarca sua empresa ou projeto pessoal. Você aprenderá a utilizar estas poderosas ferramentas de marketing aplicadas ao seu negócio, por meio de exercícios práticos.
Obs: É desejável que os participantes tragam seu notebook para as atividades práticas.

Ao final do curso, os participantes estarão aptos a:

  • Entender o contexto das Redes Sociais como negócio.
  • Entender e utilizar as principais redes sociais, tais como: Twitter, Facebook, YouTube e Blogs.
  • Planejar e desenvolver estratégias de Marketing Social.
  • Planejar e desenvolver a gestão de suas redes sociais.
  • Realizar a interação com público alvo.
  • Gerenciar conteúdos.
  • Monitorar resultados.

Inscrição e informação em:
http://www.arededigital.com.br/blog/?page_id=114

Guaraná Antarctica lidera ranking de audiência nas redes sociais

Pesquisa mostra Peixe Urbano, BrandsClub e Privalia com grande volume de acessos, mas pouco share de engajamento por falta de diálogo com os consumidores

Nova embalagem do Guaraná Antarctica

Empresa desbancou a Claro e se tornou a nova líder em audiência nas redes sociais

São Paulo – O Guaraná Antarctica passou a Claro e é o novo líder em audiência nas redes sociais, segundo o relatório de novembro do Index Social. Pela primeira vez no ranking, a operadora deixou a liderança de audiência, caindo 134.6 pontos, e a Skol foi a marca que mais avançou em relação ao último mês, construindo mais de 800 pontos de audiência. A cerveja também ultrapassou a Claro, depois de estar na 30ª posição em outubro.

A lista é composta pela soma ponderada de fãs, seguidores e assinantes no Facebook, Twitter e Youtube, que já reúnem mais de 37 milhões de usuários ligados às marcas. A Gol é a única empresa que saiu do Top 10, em relação ao mês anterior. Após a terceira colocada, a Claro, aparecem Brahma Futebol, L’Oréal, Smirnoff Brasil, Peixe Urbano, Halls, BrandsClub e Privalia.

Já em relação ao engajamento, a Ambev aparece com três marcas entre as cinco primeiras: Brahma, Skol e Guaraná Antarctica. Pelo terceiro mês consecutivo, a Brahma se mantém no topo com o perfil ligado aos times de futebol carioca.

Com os resultados positivos, a marca expandiu para o estado de Minas Gerais e criou os perfis ligados aos clubes Atlético Mineiro e Cruzeiro. Completam o ranking as marcas Habib’s, Fiat Brasil, Skol, Guaraná Antarctica, Riachuelo, Duracell, Subway Brasil, Toblerone Brasil e Mentos.

Três marcas da listagem de audiência não estão presentes no share de engajamento de novembro. São elas o Peixe Urbano, BrandsClub e Privalia, que de acordo com o levantamento, focam na construção de uma base de audiência, mas não estabelecem diálogo com os consumidores. As marcas que não aparecem entre as 10 primeiras de audiência, mas figuram em share de engajamento, são Johnny Walker, Sonho de Valsa e Trident.

O share de engajamento é a média entre o total de ações do público com as de cada marca. O levantamento mostra um total de 3,9 milhões de interações este mês, apresentando uma ligeira queda em comparação a outubro.

Fonte: http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/guarana-antarctica-lidera-ranking-de-audiencia-nas-redes-sociais

Twitter divulga lista com os tópicos mais citados em 2011

São Paulo – Após divulgar uma lista com as histórias mais incríveis proporcionadas pelo Twitter, a empresa de microblog divulgou, hoje, quais foram os tópicos mais populares durante 2011.

Os tópicos estão divididos em 14 categorias, como hashtags, futebol, filmes, televisão, música, tecnologia etc.

Entre as hashtags, a mais popular foi a #egypt, usada durante as manifestações pela queda do presidente do Egito, Hosni Mubarak.

Na sequência aparem #tigerblood, usada em referência ao ator Charlie Sheen; #threewordstoliveby e #idontunderstandwhy, usadas para promover discussões e brincadeiras entre os usuários; e #japan, usada para enviar mensagens de apoio ao país após a passagem do tsunami.

Na categoria futebol, o termo mais citado foi o nome do jogador Wayne Rooney, seguido de Fernando Torres, o juiz inglês Howard Webb, o estádio de Wembley  e o time do Colo Colo.

Já em tecnologia, Mac App Store, Sony NGP, Guitar Hero, Mozilla Firefox e Duke Nukem Forever foram os mais populares.

Entre as notícias, a renúncia de Mubarak, a morte de Osama bin Laden e  o terremoto no Japão foram os destaques.

O único termo nacional a entrar na relação foi a cerveja Devassa, listada na quarta posição da categoria comida e bebida.

A lista completa pode ser vista no endereço http://yearinreview.twitter.com/pt/hottopics.html. O Twitter não informa quantas vezes cada termo foi citado.

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/internet/twitter-divulga-lista-com-os-topicos-mais-citados-em-2011-05122011-26.shl

Jornalistas e as Relações Públicas

Em artigo publicado nesta semana no portal PR Daily, Gil Rudawsky, um jornalista americano que trabalha com Relações Públicas, aborda a migração de profissionais de Jornalismo com experiência em redações para o mundo das Relações Públicas.

No Brasil, Jornalistas são maioria nas áreas de Comunicação das corporações: segundo a pesquisa “Perfil do Profissional de Comunicação”, realizada em 2010 pela Aberje, 40% dos profissionais da área são jornalistas, enquanto 23% são RPs e 14% são publicitários. Os outros 23% têm formações variadas.

Rudawsky começa o artigo com a afirmação de que jornalistas são formados para contar boas histórias e que, com as devidas adaptações, podem colocar essa capacidade a favor de uma empresa ou marca. No entanto, o autor destaca que o grande desafio para esses profissionais, principalmente aqueles com muitos anos de trabalho em veículos jornalísticos no currículo, é mudar a mentalidade de que a notícia é tudo. Afinal, muitas vezes o trabalho do Relações Públicas é evitar que um cliente vire notícia.

Apesar de dar foco às dicas para uma transição mais tranquila de uma área de atuação para a outra, o artigo provoca uma reflexão sobre a falta de interação entre as grades curriculares dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas na grande maioria das instituições de ensino. Há uma oportunidade real para formar profissionais mais versáteis em ambas as frentes ainda na fase de graduação – especialmente nos cursos de Jornalismo.

Na Comunicação Interna, em especial, há espaço para quem sabe contar boas histórias. A força que o Storytelling vem ganhando é um exemplo disso. Alguém que ouve desde o primeiro dia de aula a célebre frase de Charles Anderson Dana (1819-1879) “Se um cão mordeu um homem, isso não é notícia. Mas se um homem morder um cão, isso é notícia!”, famosa nas faculdades de de Jornalismo e nas redações, pode ajudar e muito a fisgar a atenção do funcionário para as mensagens que a empresa quer passar. Tudo na medida certa, claro.

Para ler o artigo de Gil Rudawsky, clique aqui

Fonte: http://comunicacaocomfuncionario.blogspot.com/2011/11/jornalistas-e-as-relacoes-publicas.html

Google muda tudo na barra superior do Gmail e afins

A barra superior do Google, aquela preta que provavelmente ainda está no Gmail, Reader, Agenda e demais serviços da empresa que você utiliza, sempre foi bastante útil. Azar o meu, pois o Google informou na noite de terça-feira que descontinuou a bendita barra. No lugar dela vai entrar algo bem diferente do que eu esperava ver com a padronização do layout dos produtos Google.

Em vez de uma barra superior com links para os principais serviços, o Google optou por colocar no ar uma barra maior com outras coisas. Tem a marca do Google e a caixa de busca imediatamente ao lado. Assim como acontece atualmente no buscador, porém aplicado a todos os demais produtos fornecidos pelo gigante da web. A diferença é que, no Gmail ou no Docs, a pesquisa realizada a partir da nova caixa de busca diz respeito somente aos itens referentes ao serviço que você abriu. Por exemplo, no Calendar a busca vai funcionar somente em datas e eventos; no Gmail, em mensagens enviadas e recebidas.

Abaixo você vê a nova cara da barra do Google

Nova barra superior do Google | Clique para ampliar

Marca do Google. Caixa de busca. Além desses elementos, a nova barra superior dos serviços do Google apresenta ícone para buscar por meio de voz. E, ali na direita, estão informações da tal “web social” na qual o Google tanto aposta. Aparece o nome do usuário, o contador de interações ocorridas no Plus, e um botão para compartilhar o conteúdo.

O mais bacana é que o Google achou um lugar para colocar links para os serviços que antes figuravam listados na barra preta. Repare que tem uma setinha ao lado da marca do Google. Clicando nela, um menu flutuante apresenta todos os produtos que a empresa oferece atualmente e para os quais a conta está habilitada. Com bastante espaço para futuras adições, de acordo com o anúncio da empresa.

Eles fizeram um vídeo (em inglês) que apresenta a nova barra superior. Assista:
Vídeo do YouTube

Coroando a padronização no design de seus produtos, a nova barra superior me trouxe a impressão de que o Google quer fortalecer a própria marca. O vídeo deixa bem claro que o nome “Google” fica em evidência, enquanto o nome do produto aparece em segundo plano, com menor importância.

Também percebo que, a partir de agora, todos os produtos do Google terão a parte superior bastante parecida. Sobra menos espaço para inovação nessa área. Se algum produto novo requerer um visual diferenciado em sua parte superior, sabe-se lá como o Google vai resolver o problema… Bom, os engenheiros de Mountain View são muito bem pagos para resolver esse tipo de questão.

O Google não deu detalhes sobre o processo de liberação da novidade. Geralmente demora mais para usuários com a conta nos serviços Google ajustada para português. No entanto, a barra não apareceu no meu Gmail em inglês.

Fonte: http://tecnoblog.net/83718/google-barra-superior-gmail/

Campanha nas mídias sociais

Campanha do Beetle 2012 no Canadá toda feita com realidade aumentada

No Canadá, a campanha da Volkswagen para o lançamento do novo Beetle é toda feita com outdoors e mídia em pontos de ônibus.

Mas não tem nada de tradicional. Quem fizer download do app para iPhone/iPad e colocar na frente das mídias, é que vai ver a campanha acontecendo de verdade.

São três diferentes interações com realidade aumentada, dependendo do outdoor em que o seu gadget for apontado.

Fonte: http://www.brainstorm9.com.br/27260/advertising/campanha-do-beetle-2012-no-canada-toda-feita-com-realidade-aumentada/

Você gostaria de ganhar R$ 7.800 por mês trabalhando online?

Blogue do dinheiro do Mike

Você gostaria de ganhar R$ 7.800 por mês trabalhando online?

Receba R$ 100/hora trabalhando online! Ninguém precisa comprar nada de você, para que você receba o pagamento. Pagamento semanal. Você pode trabalhar no seu computador em casa.

My first check
Aprenda como eu consegui isso!

Obrigado por visitar o meu site. Sou Micael Lopes de Sao Paolo. Esta é minha história sobre como preencher um simples formulário online mudou minha vida. Basicamente, eu realmente ganho cerca de R$ 8.500 a RS $ 10.000 por mês pela internet. Não é uma tonelada de dinheiro. Mas, uma quantia muito boa. Eu era capaz de substituir os rendimentos do meu trabalho anterior, trabalhando menos de 10 horas por semana no meu computador em casa.

Eu não estava interessado em oportunidades de negócio do tipo “fique rico do dia pra noite”, esquema de pirâmide ou nada que tem a ver com marketing de rede. Você sabe, aqueles que querem que você tente vender coisas para seus amigos e familiares. Eu só queria uma forma legítima e honesta para eu ganhar através de casa uma renda extra. Estou aqui para espalhar isso. Espero que minha história possa inspirar você a experimentar o que eu descobri. Continue a ler…

My family

Acima é um foto nossa da viagem que acabamos de fazer para os EUA enquanto estávamos sendo pagos. Eu descobri que você pode obter o mesmo kit que obtive … mas de graça. Bem, na verdade você tem que pagar um pouquinho por algum custo de frete.

Há um ano atrás eu era um vendedor num supermercado local. Não era exatamente o que eu sonhei quando eu estava crescendo. Antes daquele emprego, eu costumava trabalhar num banco. Aquele trabalho eu de fato gostava. Inicialmente trabalhava apenas como agente de hipotecas e, em seguida, comecei a trabalhar no departamento de ações. Isso foi realmente emocionante há 5-6 anos atrás. Eu estava tentando aprender as manhas como vendedor de ações e, eventualmente, eu realmente comecei a ganhar algum dinheiro. Eu estava indo bem há uns 3-4 anos atrás. Então, como você sabe a indústria bancária teve uma queda enorme, juntamente com qualquer outra indústria e empregos disponíveis.

Então eu peguei um trabalho com salário extremamente baixo como gerente de supermercado local. Desta vez eu tinha um pequeno salário base na empresa, vendendo algo que eu não estava particularmente animado sobre, e obtendo uma pequena comissão. Minha esposa acabou perdendo seu emprego e por isso tivemos que nos mudar de nosso pequeno apartamento para um apartamento ainda menor.

Eu sempre vi ofertas na internet o tempo todo falando sobre alguma grande oportunidade de negócio. Sempre me perguntei se alguma daquelas coisas realmente já deu certo. Coisas que supostamente farão irão gerar milhões de dólares instantaneamente. Spam, e-mails maliciosos sobre enviar a alguém que está fora do país suas informações pessoais para que um presidente de um banco possa enviar-lhe $ 10 milhões de dólares na próxima semana, ações de uma empresa que você nunca ouviu falar que pode se tornar a próxima Microsoft, tentando levá-lo a vender qualquer coisa. Eu mesmo constantemente leio e-mails sobre o governo dando dinheiro de graça. Como se o país de alguma forma fosse nos dar dinheiro a toa. Eu não tinha o dinheiro ou o tempo para desperdiçar com golpes e outras coisas que simplesmente não funcionam.

Percebi que a melhor coisa a fazer é em vez de torcer para que a empresa que você está de olho ainda esteja lá no dia de amanhã, a melhor coisa a fazer é ir atrás de uma empresa grande e respeitável. Depois de olhar várias empresas diferentes, eu tinha uma que é real e legítima. E aí, está preparado para saber o que eu descobri? Continue a ler.

Para fazer uma longa história curta, o resultado é que dentro de quatro semanas, eu estava gerando em casa 8.500 reais por mês. Tudo o que faço é gerir um pequeno site, o que o kit te ensina facilmente. Eu nem sequer tenho que vender nada. Você leu isso? Sim, realmente ninguém precisa comprar nada de você ou de mim. Basta administrar o site e seja pago. Como começar?

Vá para este link, preencha um formulário básico online e clique em enviar no kit. Pague apenas 4 reais (US$2.79) para a taxa de entrega – será também enviado um CD-Rom

my second check
O meu primeiro pagamento após 1 semana Ganhe Dinheiro Fluxo for a month

Siga as instruções sobre o kit e configure uma conta. Em seguida, eles vão te dar os links do website para ser administrado.

Você vai começar a receber seu primeiro pagamento em cerca de 48 horas. Ou você pode tê-los diretamente depositados em sua conta corrente. (Seus primeiros pagamentos serão de cerca de R$ 800 a 2.300 reais por semana. Depois vai aumentando daí. Depende de quantos sites você pôr online.)

Você pode dizer “eu posso pagar apenas R$ 2,79″ para ter se tornado completamente livre de dívidas e ter dinheiro no bolso? Sim! Você vê, eu estou apenas fazendo a minha parte e espalhando isso de modo que você não tenha que passar pelo que eu acabei passando. E acho que legitimamente você pode gerar entre R$ 8.500 a R$ 10.000 por mês trabalhando apenas algumas horas por dia postando links online. O sistema realmente mostrou-me como. Então, basta fazê-lo.

Como você também pode começar:

Passo 1: Clique aquí Ganhe Dinheiro Fluxo e registe a sua nova conta (Pague apenas 4 reais (US$2.79) para a taxa de entrega – será também enviado um CD-Rom)

Passo 2: Siga as instruções sobre o kit e configure uma conta. Em seguida, eles vão te dar os links do website para ser administrado.

Passo 3: Receber pagamentos!!

Sites de compras coletiva foram notificados por não garantir qualidade dos serviços

Sites de compras coletiva foram notificados por não garantir qualidade dos serviços oferecidos; multa pode chegar a R$ 6 milhões

Groupon

Groupon: site está entre os autuados pelo Procon-SP

São Paulo – O varejo online está mesmo na mira do Procon de São Paulo. Depois da B2W, dona dos sites Submarino e Americanas.com, o órgão autuou agora os sites de compras coletiva Groupon, Click On e Peixe Urbano, alegando que eles não garantem a qualidade dos serviços ofertados. As empresas envolvidas têm até 15 dias para apresentar defesa.

Segundo nota divulgada pelo Procon, nesta segunda-feira,  os sites também negam a devolução dos valores nos casos de não prestação do serviço, informam percentual de desconto incorreto, entre outras irregularidades.

Além do Groupon, Click On e Peixe Urbano, onze estabelecimentos que vendem produtos e serviços por meio das ofertas nestes sites também foram notificados pelo Procon.

A equipe de fiscalização constatou nesses locais ausência ou inadequação na informação de preço, alteração dos preços anunciados no período da promoção divulgada nos sites e negativa de devolução de valores nos casos de não prestação do serviço.

A multa a essas empresas pode chegar a 6 milhões de reais. Todos os envolvidos responderão por processos administrativos, com base no Código de Defesa do Consumidor.

Até setembro deste ano, os sites de compras coletiva responderam por 767 atendimentos registrados pelos consumidores nos postos de atendimento do Procon, segundo dados da fundação.

Fonte:http://exame.abril.com.br/pme/noticias/procon-sp-autua-groupon-click-on-e-peixe-urbano